segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Coisas negativas > Coisas positivas ?

Acho tragicamente cômico, pra não dizer que acho triste, certas situações.
Pessoas se conhecem de uma forma inusitada e especial, num dia especial e passam algumas poucas horas especiais juntas. Naturalmente, as coisas vão adiante e fluem entre essas pessoas. Tá tudo lindo, mas de repente... KABOOOOOMMM: umas dessas pessoas diz à outra que elas não serão mais o que seriam... Que poderiam seguir juntas, mas de outra forma.
"Tudo bem", é o que a outra pessoa, um tanto perdida e novamente com um sentimento que não sabe o que fazer com ele nas mãos, tenta colocar na cabeça... Mas não consegue, porque já é um pouco tarde.
Daí vem a frustração que não deixa essa pessoa se controlar, que faz ela agir por impulso, brigar e, de encantadora, virar um pé no saco.
Mas como toda tempestade passa, essa primeiro se transformou numa garoa e a tal pessoa começou a entender e aceitar a caminhar junto da ourta de uma forma diferente. Só não queria perder as coisas boas e bonitas que já tinham sido construídas... PÉÉÉÉÉNNN, errou de novo. E foi por querer não deixar essas coisas boas e bonitas se perderem. Fim, um fim que não precisava existir... Mas, ainda assim, um fim.
E por que eu "acho isso tragicamente cômico"?
Porque talvez seja melhor pensar que é engraçado como as coisas boas são deixadas de lado pelas coisas ruins que acontecem entre 2 pessoas. É como se você fosse pesar os 2 lados da coisa numa balança e as coisas boas são deixadas de lado, porque foi dado muito mais peso às coisas ruins, que foram causadas pelas duas pessoas. E aí, quando você acha que não tem mais nada a fazer e quando você PRECISA se agarrar um pouco ao seu orgulho, o melhor é fingir que a situação é engraçada. Rir pra não chorar, sabe?
Pois é... Mas infelizmente eu não sou bom nisso e não consigo achar graça nessa situação (Sim, eu sou uma das pessoas da história e isso é óbvio, tanto quanto qual dessas duas pessoas eu sou).
Eu, na verdade, acho é muito triste ver as coisas boas sendo jogadas ao vento... Ou melhor, sendo empurradas pelo vento pelas coisas ruins. Sendo esquecidas, porque o mais fácil é se segurar nas coisas ruins e não esquecê-las... E ignorar as coisas boas. Mas o que fazer?
Já estou até bem com isso. Entendi maaais uma vez que o que não é pra ser, não será, e até percebi que não é mais o que eu quero pra mim.
Mas, não que isso me deprima, acho uma situação desconfortável, além de triste. É desnecessária. Carregar um peso de mágoa, estar sem falar com um alguém que é querido pra você, pensar que nunca mais vão se ver na vida e que vão se distanciar cada vez mais até se esquecerem... Fica por isso mesmo? Eu não gosto nada de guardar esses sentimentos negativos em mim, não fazem bem, e quero que, um dia, as coisas fiquem bem.
Acho até que a distância fez bem, mas não acho que precise ser pra sempre.
Bom, talvez um dia... Quem sabe?!
Enquanto isso, a vida segue... Deixa o tempo.
E eu? Eu tô bem agora, apesar das coisas que eu disse que me incomodam por não precisarem ser como estão... Mas tô bem, muito antes do que achei que ficaria, aliás. :)
Ah, não acho que essas palavras vão chegar a quem eu queria que chegassem, masss... Desabafar aqui sempre me alivia os pensamentos. Até tentei deixar tudo isso só nos pensamentos... mas, pela data de hoje, simplesmente não deu.
That's it!



"E que na distância a gente perde ou esquece tudo aquilo que construiu junto. E esquece sabendo que está esquecendo." (CFA)



Você pegou na minha mão, você me mostrou como
Você me prometeu que ficaria por perto,
Aham... Tá certo
Eu absorvi suas palavras e eu acreditei
Em tudo o que você me disse
É, aham... Tá certo.

Who Knew ~ P!nk.

Um comentário:

Lih ~ disse...

Eu sei como você se sente, porque to na mesma Tino, mas assim, penso que quando a pessoa descarta as coisas boas pra ficar só lembrando das ruins é porque sabe que pode ser feliz com a outra, mas não quer colocar o orgulho de lado...
Pra alguns, aquela coisa de guardar as coisas boas e sermos amigos, é só blablabla de fim de relacionamento... Um sempre fica machucado, não tem jeito...
A coisa é a gente seguir em frente com os pedaços que sobraram né?
Força ai! SEMPRE!

Beeijão!